Boletim de Maio

Mensagem do presidente

INTERVENÇÃO NA ASSEMBLEIA GERAL

Realizou-se no passado dia 23 de Abril a Assembleia Geral anual onde foram aprovadas as contas do exercício de 2023. Para conhecimento de todos os Sócios a seguir se transcreve, na integra, a intervenção proferida.

Exmo. Senhor Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Professor Doutor Manuel Braga da Cruz

Exmo. Senhor Secretário da Mesa da Assembleia Geral, Eng. João Silva Carvalho Pinto-Marques

Exmas. Consócias e Exmos. Consócios: O Grémio Literário manteve, durante o ano de 2023, o alto grau de dinamismo que se tem acentuado, ano após ano, num ciclo apenas interrompido pela pandemia. A vitalidade demonstrada pela Instituição é o corolário do forte empenhamento dos seus Associados, traduzido no diligente cumprimento dos seus deveres estatutários e participação activa nas iniciativas promovidas. Como resultado da orientação estratégica, baseada nos propósitos fundacionais da Carta Régia de 18 de Abril de 1846, de D. Maria II, o Conselho Director tem dado a sua melhor atenção à promoção da cultura, como fonte de “aperfeiçoamento moral”, contando para tal com a prestimosa colaboração do Conselho Literário.

No âmbito deste desígnio realizaram-se nos salões do Grémio Literário, no ano de 2023, cerca de 150 iniciativas de caracter cultural e social, um marco importante a registar.

No plano internacional, o Grémio Literário continua a dinamizar os contactos com clubes congéneres, com vista a celebrar novos acordos de reciprocidade, os quais constituem um importante benefício para os sócios, como pontos de apoio nas suas deslocações ao estrangeiro. No final do ano, o Grémio Literário contava com 184 clubes correspondentes, distribuídos por 45 países.

As contas que apresentamos à aprovação desta assembleia geral, registam um resultado de 88.722 €, um pouco inferior ao do ano passado, não deixando, no entanto, de ser um resultado lisonjeiro, tendo em conta que o objectivo social da Instituição só em parte se move por critérios economicistas. De salientar, que o resultado económico de 2023 foi afectado pelo fenómeno da inflação, que atingiu, transversalmente, os diversos tipos de encargos, e por um conjunto de gastos suportados com vista a melhorar o ambiente e o conforto das nossas instalações.

Na restauração o valor facturado foi de 422 mil euros, o que traduz um crescimento de 16 % face ao ano anterior e mostra que a gastronomia do Grémio Literário tem despertado um interesse cada vez maior, de que muito nos congratulamos, situação que resulta de um processo de melhoria contínua, ao qual a nossa Cozinha tem respondido positivamente.

Quanto a quotizações, o montante registado no exercício foi de 535 mil euros, correspondente a um aumento de 8%, que se explica, em grande parte, pela entrada de novos sócios. O quadro social do Grémio Literário registava 1131 sócios, no final do ano, sendo de referir que as recentes admissões incluem uma cada vez maior percentagem de sócios jovens, com um efeito bastante positivo sobre a pirâmide etária do universo societário. O Conselho Director congratula-se pela solidariedade demonstrada pela generalidade dos Associados, que têm dado provas de notável fidelidade à Instituição, cumprindo com o pagamento da quotização, atempadamente. A cultura é a vertente principal da actividade do Grémio Literário e a sua missão essencial. Daí, o nosso empenhamento em continuar a promover programas culturais de qualidade.

Depois da pandemia COVID-19 seguiram-se, a nível internacional, conflitos bélicos e sociais que conduziram a graves situações de sofrimento humano e põem em risco a recuperação da economia à escala global. Estamos, no entanto, confiantes na resiliência que faz parte do “adn” que o Grémio Literário tem demonstrado, ao longo dos seus 178 anos de existência.

Caras Consócias e Caros Consócios

Terminando, reafirmo que para os resultados alcançados nas diversas áreas de actuação, foi essencial o empenhamento demonstrado pelos sócios e a profícua e estreita colaboração entre os diversos órgãos sociais. A todos eles é devida uma palavra de reconhecimento, não esquecendo o Vice-Presidente Emérito Engº Afonso Braga da Cruz, falecido em 11 de Abril, que com dedicação e sabedoria tanto deu ao Grémio Literário. Os agradecimentos vão, também, para os nossos colaboradores que bastante se têm empenhado no melhor encaminhamento dos diversos assuntos do foro administrativo, cultural e gastronómico.

Obrigado

António Pinto-Marques

2

de Maio, 5ª feira, pelas 18:00h
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO DE DESENHOS DIÁRIO DOS HIMALAIAS

Pintura
Por iniciativa do Consócio Arq. Pedro Belo Ravara, o Grémio Literário promove a exposição de desenhos intitulada "Diário dos Himalaias", com obras daquele Consócio, que ficará patente até ao dia 31 de Maio. De uma caminhada de 11 dias pelo Vale do Khumbu, nos Himalaias, resultou um diário escrito e desenhado. Foram croquis rápidos, não fossem as mãos congelar. Passados 19 anos, um novo registo demorado recupera leituras espaciais mais densas. Pedro Belo Ravara, Professor Associado na Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa, é licenciado em Arquitectura e Doutor em Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, tendo obtido o grau deMaster of Architecture and Building Design pela Universidade do Estado de Nova Iorque. Os seus trabalhos de desenho têm sido divulgados em exposições individuais e coletivas.
2

de Maio, 5ª feira, pelas 19:00h
Ciclo de fundadores
CONFERÊNCIA SOBRE ANTÓNIO DE OLIVEIRA MARRECA E CARLOS MOURATO ROMA

Fotografias

O Grémio Literário dá continuidade ao ciclo de conferências dedicado aos seus mais importantes fundadores. Depois de Alexandre Herculano, Fontes Pereira de Melo, Rodrigo da Fonseca Magalhães, Rodrigues Sampaio, Sá da Bandeira e João Crisóstomo, esta sessão é dedicada a Oliveira Marreca e a Carlos Morato Roma.

São nossos convidados os Professores Carlos Bastien e José Luís Cardoso. À semelhança dos engenheiros o movimento da Regeneração que consolidou o regime liberal, deu palco ao papel dos economistas. O pensamento e a cultura científica aliaram a "era da mecânica" com a "era da economia política". O que se convencionou designar por fontismo, enquanto ideário do progresso e da modernidade em Portugal, teve na evolução tecnológica e no racionalismo científico o suporte à concepção e desenvolvimento das políticas de desenvolvimento. Com ele, emerge uma nova geração de atores políticos muitos deles tomando os compêndios de economia política como fontes de inspiração e de concepção de novos instrumentos de conhecimento e de governação do País.

Dois ilustres economistas e investigadores do pensamento económico em Portugal, especialmente no século XIX, serão nossos convidados para nos falarem de Oliveira Marreca e Carlos Morato Roma. Os Professores Carlos Bastien e José Luís Cardoso, são dos mais conhecedores desse contexto de emergência do pensamento económico oitocentista e particularmente destes dois economistas fundadores do Grémio Literário.

A ideia original de agregar no mesmo espaço de socialização a diversidade de sensibilidades, formações, profissões e tendências políticas, contribui em muito para que o Grémio Literário construísse a sua identidade em torno da diversidade social e cultural, tendo por base a incessante busca de novo conhecimento e de novas expressões culturais num contexto de liberdade e de modernidade.

A sessão será seguida de jantar.

7

de Maio, 3ª feira, pelas 18:00h
Lançamento de Livro
O ÚLTIMO HETERÓNIMO DE FERNANDO PESSOA E OUTRAS ESTÓRIAS

Fotografias

Por iniciativa do Consócio Dr. Paulo Noguês o Grémio Literário promove o lançamento do livro “O último heterónimo de Fernando Pessoa e outras estórias” da autoria do Embaixador Henrique Silveira Borges, editado por Diário de Bordo Editores, que será apresentado por David Ferreira.

15

de Maio, 4ª feira, pelas 19:00h
Sessão comemorativa
BICENTENÁRIO DA CONSTITUIÇÃO IMPERIAL DO BRASIL (1824-2024)

Fotografias

O Grémio Literário e a Secção de Ciências Jurídico-Históricas da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra promovem uma Sessão comemorativa dos 200 anos da primeira Constituição do Brasil. Farão uso da palavra S.A.R. Senhor Dom Duarte de Bragança, S.A.I.R. Senhor Dom Bertrand de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, S.A.I.R. o Príncipe do Grão-Pará e S.A.R. a Princesa Dona Maria Gabriela de Orleans e Bragança. Será apresentada a obra colectiva de professores e juristas brasileiros e portugueses intitulada: «No Bicentenário da Constituição 1824 – Estudos sobre a formação do Brasil Império».

No final será servido um Porto de Honra.

23

de Maio, 5ª feira, pelas 19:00h
Concerto de Piano

Piano

A Delegação de Portugal do Real Circolo Francesco II di Borbone e o Grémio Literário, por iniciativa do Consócio Dr. Nuno Burguete, promovem um Recital de Piano por Nuno Gonçalves da Cunha, sob a Presidência de Honra de Suas Altezas Reais os Senhores Dom Duarte, Duque de Bragança e Dom Miguel de Bragança, Duque de Viseu.

A sessão será seguida de jantar.

28

de Maio, 3ª feira, pelas 19:00h
O Ciclo do Oceano: Actualidade, Cultura e História
CONFERÊNCIA “OS AÇORES NA POLÍTICA EXTERNA PORTUGUESA ACTUAL”

Mar

O Grémio Literário promove a 2ª sessão do ciclo de conferências bimestral, subordinado ao tema “O Ciclo do Oceano: Actualidade, Cultura e História”, por iniciativa da Dra. Joana Dionísio Bandeira Costa, jurista e Directora do Ocean Academy Portugal, um programa do International Ocean Institute onde irão participar distintos oradores e especialistas.

Depois de ter sido apresentada, na 1ª sessão, a “Plataforma Myocean.net”, plataforma digital que constitui um instrumento importante de divulgação do conhecimento, nesta 2ª sessão, haverá lugar a uma conferência pelo Dr. André Buescu Saramago sob o tema “Os Açores na Política Externa Portuguesa actual”.

O arquipélago dos Açores pode ver o seu peso estratégico reapreciado na política externa portuguesa, em virtude da sua inserção geográfica central no oceano Atlântico e tendo em conta as alterações profundas registadas nos contextos nacional, europeu e transatlântico. Nesta sessão, far-se-á uma breve análise histórica da evolução do papel desempenhado pelos Açores para a inserção internacional do país – em particular no que diz respeito ao eixo atlântico da sua política externa – de forma a enquadrar as possibilidades futuras desta região tendo em linha de conta as potencialidades que o arquipélago dos Açores oferece nesse contexto atlântico.

Esta intervenção será antecedida por uma breve exposição sobre o conhecimento das zonas marítimas sob soberania ou jurisdição nacional, de acordo com o definido na Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM), com recurso à visualização da informação em mapas, pela Dra. Joana Dionisio Bandeira Costa.

A sessão será seguida de jantar.

6

de Junho, 5ª feira, pelas 19:00h
Ciclo de Fundadores
CONFERÊNCIA SOBRE O CONDE DE LAVRADIO E O DUQUE DE LOULÉ

O CONDE DE LAVRADIO
E O DUQUE DE LOULÉ

Esta sessão dá continuidade ao ciclo dedicado aos fundadores do Grémio Literário. Desta vez, após os políticos, os engenheiros e os economistas, apresentamos duas personagens de elevado destaque na história do Liberalismo Português: o Conde de Lavradio e o Duque de Loulé. Ambos políticos e diplomatas - mais político o segundo, mais diplomata o primeiro – estiveram presentes nos momentos decisivos do liberalismo português.

O 2º Conde de Lavradio, Francisco de Almeida Portugal, é apresentado pelo Embaixador Manuel Côrte Real. Ocupou por mais de uma vez o Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas foi como embaixador e Ministro Plenipotenciário em Londres, que mais se destacou nos altos serviços prestados a Portugal. Foram mais de 50 anos de carreira diplomática, que dele fizeram uma das figuras mais ilustres e mais respeitadas um pouco por toda a Europa.

O Duque de Loulé tem um curriculum político mais recheado. O conferencista escolhido é o Dr. Guilherme Oliveira Martins, Presidente do Conselho Literário do Grémio. Ministro dos Negócios Estrangeiros por mais de uma vez, foi, entretanto, como Presidente do Conselho de Ministros que o Duque de Loulé se notabilizou - especialmente após ter fundado o Partido Reformista - cargo que ocupou por três vezes. Foi Presidente da Câmara dos Pares (Câmara Alta). Foi igualmente membro e Grão-Mestre da Confederação Maçónica Portuguesa. Duas personalidades destacadas que serão invocadas por dois profundos conhecedores da história da Monarquia Constitucional Portuguesa e do Liberalismo oitocentista.

A sessão será seguida de jantar.

25

de Junho, 3ª feira, pelas 18:00h
Cerimónia de Abertura
DELEGAÇÃO DA RENAISSANCE FRANÇAISE

Cerimónia de Abertura DELEGAÇÃO DA RENAISSANCE FRANÇAISE

O Grémio Literário promove a Cerimónia de Abertura da Delegação da Renaissance Française presidida pelo Consócio Dr. Miguel Horta e Costa, sob o alto patrocínio do Príncipe Gabriel de Broglie da Academia Francesa, Chanceler Honorário do Instituto Francês e Presidente Honorário da Renaissance Française, e na presença do Professor Denis Fadda, Presidente Internacional da Renaissance Française. Nesta sessão haverá lugar a uma conferência do Senhor Pierre Dubreuil, Director Geral e Comissário do Domaine National de Chambord, sobre o tema “Le Château de Chambord et Son Domaine 2025-2036”.

4

de Julho, 5ª feira, pelas 19:00h
Ciclo de Fundadores
CONFERÊNCIA SOBRE ALMEIDA GARRETT E LUÍS AUGUSTO REBELO DA SILVA

ALMEIDA GARRETT E LUÍS AUGUSTO REBELO DA SILVA

Esta é a 6ª e última sessão do “Ciclo dos Fundadores” do Grémio Literário com dois nomes maiores das letras portuguesas e do liberalismo em Portugal.

Ocupar-se-á de Almeida Garrett, o “caleidoscópico” polígrafo, como lhe chamou Vitorino Nemésio, poeta, romancista, dramaturgo, compilador de literatura oral, político, parlamentar, brilhante orador, crítico literário, e diplomata, a Professora Maria Helena Santana, da Universidade de Coimbra, actualmente responsável pela publicação da obra crítica de Garrett, continuando o exemplar trabalho da Doutora Ofélia Paiva Monteiro. Devemos a Garrett inúmeras acções em prol da refundação da sociedade civil em Portugal, ele que lutou no exército liberal, no regresso do seu exílio.

Teremos seguidamente a oportunidade de ouvir a Prof.ª Fátima Marinho, professora da Universidade do Porto, falar de Luís Augusto Rebelo da Silva, historiador, romancista, jornalista, professor no Curso Superior de Letras, crítico literário, e político, com participação activa no Parlamento, talvez se destaque em particular pelo seu apego à História, quer enquanto historiador quer enquanto romancista - um verdadeiro homem do seu tempo também.

Ambos estes escritores dão bem conta da forma como liberalismo, literatura, e política se unem, em meados do século XIX, para amplificar o diálogo cultural que caracterizou, também, o Grémio Literário, de que ambos são sócios fundadores.

A sessão será seguida de jantar.

Solicitamos e agradecemos que proceda à marcação dos jantares através do telefone 213 475 666 ou do e-mail info@gremioliterario.pt

O preço dos jantares, dos eventos culturais é de 35,00€ por pessoa.

CONSIGNAÇÃO DE UMA QUOTA DE 0,5% DO IRS A FAVOR DO GRÉMIO LITERÁRIO NIF 500 130 779