ANO DE 2012

Janeiro

Dia 6, sexta-feira, pelas 20h30m
Jantar de Reis

À semelhança de anos anteriores, vamos promover no Dia de Reis um jantar, com a ementa abaixo referida o qual, estamos certos, vai proporcionar um agradável convívio entre os participantes.

Sopa de mexilhão em côdea - Lombo de porco com puré de maçã e batata palha
Bolo de chocolate – Café - Bolo Rei
Vinhos: Quinta do Couquinho (T)

O preço do jantar é de 35,00€ por pessoa.

Dia 26, quinta-feira, pelas 19h00
Conferência sobre “A Bíblia e a Cultura do Ocidente”.

O Grémio Literário em colaboração com a consócia Dra. Maria José de Mello, vai organizar  uma  conferência subordinada ao tema “A intrincada comunhão entre a Bíblia e a Cultura do Ocidente”, sendo oradora a Dra. Maria Armanda de Saint-Maurice.
Um grande crítico (George Steiner) escreveu a iniciar um ensaio: “… a longa e intrincada comunhão entre a língua inglesa e a Bíblia continua. Começou há mil anos”. A convivência com a Bíblia não só moldou o inglês e as línguas do ocidente, como também o seu pensamento, a sua literatura, a sua arte. Alguns tópicos serão dados, nesta sessão, sobre a presença dos motivos bíblicos na literatura e na arte europeias, de Dante a Kafka, de Bach a Stravinsky, de Giotto a Marc Chagall. A sessão será acompanhada por projecções e por trechos musicais.
A Dra. Maria Armanda de Saint-Maurice é jornalista (foi correspondente no estrangeiro e fez jornalismo político e cultural em diversos órgãos de comunicação social, sob o nome de Maria Armanda Passos; fez parte da equipa fundadora da RTP-2 e foi assessora de programas culturais da RTP-1. Professora de Ciências Religiosas e conferencista, prepara actualmente um doutoramento em Paris sobre a escritora mística do séc. XIII, no Brabante, Hadewijch. 
A sessão será seguida de jantar ao preço de 30,00€, por pessoa.

Dia 27, sexta-feira, pelas 21h00
Jantar com animação musical

Continuando o objectivo de proporcionar aos associados noites de agradável convívio, o Grémio Literário realizará o habitual jantar animado com músicas de todos os tempos e para todos os gostos e idades, onde pode, descontraidamente, aliviar o seu stress, com um passo de dança!.
O preço do jantar é de 40,00€ por pessoa.

Música ao vivo, às quintas-feiras

Informamos que a partir do mês de Janeiro, não haverá de forma sistemática acompanhamento ao piano nos jantares das quintas-feiras. Os sócios interessados neste serviço poderão solicitá-lo com antecedência mínima, de cinco dias úteis.

 

Fevereiro

Visita guiada às Linhas de Torres Vedras
Dia 28 de Abril, sábado

Em complemento do Curso sobre as Invasões Francesas recentemente realizado e, para o qual, através de circular, foram convidados todos os sócios, o Grémio Literário promove no dia 28 de Abril a realização de uma visita guiada às Linhas de Torres Vedras, cuja organização está a cargo do Senhor Clive Gilbert, Presidente da British Historical  Society of Portugal (Tours) que, com a sua experiência e saber, nos guiará nessa jornada cultural.

A visita inicia-se na Serra do Socorro (ponto mais alto dos concelhos de Torres Vedras e Mafra) em redor da qual se localizam as Quintas que serviram de Quartel General a Wellington e seu estado maior.

No cume da Serra existe uma lindíssima capelinha já classificada de interesse nacional, edificada no século XII a partir duma mesquita moura, bem como o centro de interpretação e de observação das Linhas de Torres Vedras, que inclui a replica da central de comunicações de Wellington, o principal centro de comunicações e observação das Linhas de Torres. Deste deslumbrante miradouro é possível visualizar toda a área compreendida entre as Berlengas, porto de Peniche até ao Tejo, passando pela Serra de Sintra, Montejunto, torres do convento de Mafra, e ao mesmo tempo obter uma ideia daquilo que foram as Linhas de Torres.

Seguir-se-á uma passagem pelo Forte de S. Vicente, na Primeira Linha, onde poderão ser apreciados os trabalhos de restauro. De seguida visitaremos o belo Convento da Graça em Torres Vedras, onde está instalado o Museu Leonel Trindade, que encerra a mais importante exposição em termos de espólio documental e bélico sobre as Linhas de Torres Vedras.

O almoço volante “gourmet” será servido na Quinta da Póvoa, uma exploração agrícola composta de duas bonitas casas edificadas no século XVIII, rodeadas de bosquetes de árvores centenárias e que se dedica essencialmente à produção de pêra Rocha e primores hortícolas de alta qualidade. Esta quinta pertence à mesma família desde o Sec. XVIII.

Durante a ocupação e defesa das linhas de Torres Vedras em 1810 a Quinta da Póvoa, situada no sopé da Serra do Socorro (o Eagle's Nest de Wellington), serviu de quartel general ao 2º comandante do exército britânico da Península, o General Sir Brent Spencer e respectivo estado maior.

Terá lugar, ainda, uma visita guiada ao interessante núcleo museológico deste bem conservado Quartel General das Linhas de Torres Vedras.

Continuaremos pelo coração das Linhas, com passagem exterior nos Quartéis Generais de Wellington e Beresford, em Pêro Negro e Casal Cochim, respectivamente, visitando ainda o forte mais importante do sistema defensivo, o Alqueidão. Aqui Wellington observava, diariamente, as movimentações do exército francês. Finalmente, já na direcção de Bucelas, terminaremos o passeio com a visita aos redutos 40, 41 e 42 na Serra da Aguieira, na Segunda Linha, onde apreciaremos  uma magnifica vista sobre o Tejo.

Para o transporte dos sócios estará disponível um cómodo autocarro, com partida às 9h15m, da Praça de Espanha (perto do restaurante Gôndola). A chegada a Lisboa está prevista para as 18h30m.

Os prezados consócios interessados nesta visita deverão fazer a inscrição junto do  Senhor Clive Gilbert, cujos contactos são:
                     Tel.: 21 9291545         Telm.: 91 9748046  
                      e-mail clive.gilbert3@gmail.com

O preço da visita, incluindo almoço, é de 65,00€ por pessoa, podendo o pagamento ser efectuado para o
                     NIB 0007 0023 00205940 0042 3.

Viagem a Praga e Viena
7 a 14 de Julho de 2012

Ao abrigo do Protocolo existente entre o Grémio Literário e o Centro Nacional de Cultura, informamos que  esta Instituição vai realizar uma viagem a Praga e Viena, na qual os sócios do Grémio Literário podem participar. A seguir transcrevemos, parte do folheto informativo disponibilizado pelo Centro Nacional de Cultura:
“Entre os dias 7 e 14 de Julho, venha com o Centro Nacional de Cultura à descoberta das velhas capitais da Europa, Praga e Viena, dos seus castelos e parques. Venha descobrir os restos de Dom Miguel de Bragança, o rei exilado, que tantas saudades deixou por estas terras. Venha ver as borboletas que Leopoldina de Habsburgo, mulher de Dom Pedro, 1º imperador do Brasil trouxe para a Áustria. Venha almoçar com a sobrinha neta da famosa Imperatriz Sissi, e ouvir as suas maravilhosas recordações de família. Venha ouvir os belíssimos coros das igrejas barrocas de Praga, admirar os cavalos lipizanos na famosa Escola de Equitação de Viena, e provar um belo Wiener Schnitzel ao som dos violinos zíngaros de Grinzing, em Viena. Venha connosco ao encontro da história destas velhas capitais imperiais, bem no coração da Europa”.  

Preços e Condições
- Preço por pessoa: € 2.050 
- Suplemento alojamento em quarto individual, € 850 pp
- Depósito de € 500 pp para confirmação

Informações 
Centro Nacional de Cultura
R. António Maria Cardoso, 68
1201 – 049 Lisboa
Telefone – 00 351 213 46 67 22   * Tlm – 00 351  96 396 55 22
tferreiragomes@cnc.pt

Caso V. Exa. esteja interessado na viagem poderá solicitar directamente ao Centro Nacional de Cultura a obtenção do programa detalhado.

 

Março

Dia 14, quarta-feira, pelas 18h30m
Ciclo Literário

Integrado no ciclo de literatura portuguesa, vai realizar-se uma conferência dedicada à vida e obra do escritor Eugénio Lisboa, que será apresentado por Teresa Martins Marques, doutorada em literatura e cultura na especialidade de estudos Portugueses pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde exerce funções de investigadora.

Eugénio Lisboa nascido em Lourenço Marques, licenciado em engenharia pelo IST,  embora tenha construído uma sólida carreira profissional na industria petrolífera, desenvolveu paralelamente, estudos sobre literatura portuguesa e teoria da literatura de que foi professor em Universidades portuguesas e estrangeiras e é um dos mais destacados escritores portugueses contemporâneos, particularmente nas áreas da poesia, crónica e ensaio.

Aquele ilustre escritor foi conselheiro cultural na embaixada de Portugal em Londres (1978 a 1995), presidente da comissão nacional da UNESCO e Doutor Honoris Causa em Letras, pelas Universidades de Nottingham e Aveiro, e membro da Academia das Ciências de Lisboa.

A Dra. Teresa Martins Marques, com obra publicada nos domínios do ensaio e dos estudos de literatura teve a seu cargo a direcção da edição das obras completas de José Rodrigues Miguéis, e dirigiu a equipa de organização do espólio de David Mourão Ferreira na Fundação Calouste Gulbenkian.
A sessão será seguida de jantar, pelas 20h30m.

Dia 28, quarta-feira, pelas 19h00m
Conferência sobre “A Bíblia e a Cultura do Ocidente”.

Satisfazendo a solicitação de sócios interessados, o Grémio Literário em colaboração com a consócia Dra. Maria José de Mello, vai repetir a  conferência  da Dra. Maria Armanda de Saint-Maurice, subordinada ao tema “A intrincada comunhão entre a Bíblia e a Cultura do Ocidente”, que se realizou no mês de Janeiro, último e que constituiu assinalável êxito.
Um grande crítico (George Steiner) escreveu a iniciar um ensaio: “… a longa e intrincada comunhão entre a língua inglesa e a Bíblia continua. Começou há mil anos”. A convivência com a Bíblia não só moldou o inglês e as línguas do ocidente, como também o seu pensamento, a sua literatura, a sua arte. Alguns tópicos serão dados, nesta sessão, sobre a presença dos motivos bíblicos na literatura e na arte europeias, de Dante a Kafka, de Bach a Stravinsky, de Giotto a Marc Chagall. A sessão será acompanhada por projecções e por trechos musicais.
A Dra. Maria Armanda de Saint-Maurice é jornalista (foi correspondente no estrangeiro e fez jornalismo político e cultural em diversos órgãos de comunicação social, sob o nome de Maria Armanda Passos; fez parte da equipa fundadora da RTP-2 e foi assessora de programas culturais da RTP-1. Professora de Ciências Religiosas e conferencista, prepara actualmente um doutoramento em Paris sobre a escritora mística do séc. XIII, no Brabante, Hadewijch. 
A sessão será seguida de jantar pelas 20h30m.

Dia 3 de Abril, terça-feira, pelas 19h00m
Ciclo de conferências sobre o “Renascimento”

O Grémio Literário em colaboração com o consócio Prof. Dr. Jorge Bessa, organiza a terceira conferência de um ciclo de quatro sobre o Renascimento, subordinada ao título “Sobre os painéis de S. Vicente de Nuno Gonçalves: os discursos da pintura Portuguesa no séc. XVI”. Será orador o  Senhor Prof. Doutor Victor Serrão.
A sessão será presidida e moderada pelo Presidente do Conselho Literário, Senhor Prof. Doutor José Augusto França.
A sessão será seguida de jantar pelas 20h30m.

Visita guiada às Linhas de Torres Vedras
Dia 28 de Abril, sábado, 

Conforme anunciado na última circular, vai realizar-se no dia 28 de Abril de 2012, a visita guiada às Linhas de Torres Vedras.

Lembramos que os prezados consócios interessados nesta visita deverão fazer a inscrição junto do  Senhor Clive Gilbert, cujos contactos são:

                     Tel.: 21 9291545         Telm.: 91 9748046 
                      e-mail clive.gilbert3@gmail.com

O preço da visita, incluindo almoço, é de 65,00€ por pessoa, podendo o pagamento ser efectuado para o
                     NIB 0007 0023 00205940 0042 3

Viagem Cultural
Na Rota de Cervantes

Seguindo a habitual linha de orientação no que respeita a passeios culturais, o Grémio Literário vem anunciar a realização de mais um evento, a realizar de 25 a 29 de Maio, em colaboração com o consócio Dr. Rui Nobre, sob o tema “Na rota de Cervantes”. O passeio incluirá um conjunto de visitas a locais históricos, relacionados com a vida e obra daquele enorme vulto da literatura castelhana.
As inscrições estão, desde já, abertas junto dos serviços da Agência de Viagens LeiriViagem.

 

Abril

Dia 3, terça-feira, pelas 19h00m
Ciclo de conferências sobre o “Renascimento”

O Grémio Literário em colaboração com o consócio Prof. Dr. Jorge Bessa, organiza a terceira conferência de um ciclo de quatro sobre o Renascimento, subordinada ao título «Pintores, luminadores, agora no cume estam»; de Nuno Gonçalves a Diogo de Contreiras, um percurso de afirmação artística do renascimento português, 1460-1560. Será orador o  Senhor Prof. Doutor Victor Serrão.
A sessão será presidida e moderada pelo Presidente do Conselho Literário, Senhor Prof. Doutor José Augusto França.
Após a sessão será servido um jantar pelas 20h30m.

Dia 18, quarta-feira, pelas 19h00m
Sessão Comemorativa do 166º Aniversário do Grémio Literário

Na data do 166º aniversário da aprovação dos Estatutos do Grémio Literário por carta Régia de Dona Maria II, vai realizar-se uma sessão comemorativa, na Biblioteca, durante a qual serão entregues o Prémio Grémio Literário 2011 e as quatros menções honrosas, atribuídas pelo respectivo Júri (Conselho Literário).
O Prémio é constituído por uma escultura da autoria do consócio José de Guimarães, que graciosamente a ofereceu para o efeito.
Seguir-se-á um recital musical que terá como intérpretes o barítono José de Eça, filho do consócio Professor José de Oliveira Lopes e a pianista Paule Grimaldi.
Finda a sessão será servido um jantar.
Atendendo à solenidade do acto, solicita-se o uso de fato escuro, como trajo para os homens.

Dia 27, sexta-feira, pelas 21h00
Jantar com animação musical

Continuam animados os jantares das últimas sextas-feiras de cada mês. A qualidade gastronómica, a excelente musica e sobretudo o agradável convívio, têm contribuído para o sucesso destes serões. Venha, também, ao Grémio ouvir musica de todos os tempos e, porque não, dar um pezinho de dança!.

Tempo de Chá

Aproveite as excelentes condições da Varanda e venha tomar chá ao Grémio Literário. O chá é servido, diariamente, entre as 17h00 e as 19h00, em regime de self-service, ao preço de 9,00€, por pessoa.
Para facilitar o serviço, solicitamos que V. Exa. proceda à prévia marcação, sempre que possível.

Viagem Cultural
Na Rota de Cervantes

Conforme referido na última circular, o Grémio Literário vem lembrar a realização de 25 a 29 de Maio, de mais uma Viagem Cultural, em colaboração com o consócio Dr. Rui Nobre, sob o tema “Na Rota de Cervantes” O passeio incluirá um conjunto de visitas a locais históricos, relacionados com a vida e obra daquele vulto da literatura castelhana.
As inscrições estão abertas até ao fim do mês de Abril junto dos serviços da Agência de Viagens LeiriViagem, que facultará caso esteja interessado, os detalhes da viagem.

Maio

Dia 7, segunda-feira, pelas 19h30m
Recital musical

Realiza-se no Grémio Literário de 27 de Abril a 7 de Maio, um curso de Canto com a Maestra Enza Ferrari, que trabalhou, entre outros, com Maria Callas, com Giuseppe di Stefano e com a cantora lírica portuguesa Elisabete Matos.
Estes cursos são fundamentais para a evolução quer técnica, quer artística dos cantores, uma vez que têm o privilégio de trabalhar com uma Professora de elevada experiência e conhecimento.
Enquadrado nesta iniciativa vai realizar-se, na data acima indicada, um concerto pelos alunos participantes, sob a direcção da referida Maestra, durante o qual irão ser cantados e interpretados compositores tão conhecidos como Mozart, Verdi, Massenet e Puccini , entre outros.
A sessão será seguida de jantar, na Varanda, pelas 20h30m.

Dia 8, terça-feira, pelas 20h00m
Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

Numa iniciativa conjunta do Clube Português de Imprensa, do Centro Nacional de Cultura e do Grémio Literário, inicia-se na data acima indicada, um ciclo de jantares-debate, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem futuro?”, sendo Guilherme D’Oliveira Martins o primeiro orador convidado. Os jantares decorrem na Biblioteca do Grémio Literário.
Trata-se de um conjunto de reflexões, com periodicidade mensal, contando, à partida, com personalidades de relevo da Sociedade portuguesa, oriundas de diferentes sectores e com uma visão multidisciplinar sobre os problemas que se colocam, de momento, ao País, numa fase em que se têm legitimado não poucas dúvidas, quer em relação à natureza e profundidade da crise que atravessamos, quer em relação às medidas estruturais adoptadas e ao seu reflexo no presente e no futuro.
“Portugal: o presente tem futuro?” é, assim, uma proposta de reflexão e de debate aberto à participação dos associados das três instituições que se juntaram na organização do ciclo.
Venha debater o nosso futuro colectivo e jantar connosco.
Dia 9, quarta-feira, pelas 18h30m
Salão dos Humoristas

Comemoração do Centenário do 1º Salão dos Humoristas, inaugurado nas salas do Grémio Literário, em 9 de Maio de 1912, pelo Presidente da República Manuel de Arriaga e pelo Presidente do Ministério, Augusto de Vasconcelos. Tratou-se da primeira manifestação de arte moderna em Portugal, como tal historicamente considerada.
Duas palestras, dos Prof. José-Augusto França e Rui Mário Gonçalves, farão a apresentação critica do evento.
Após a sessão será servido um jantar, pelas 20h30m.

Dia 15, terça-feira, pelas 19h00
Inauguração da exposição de Cerâmica Artística “Tradições e Fé”

O Grémio Literário, em colaboração com alguns consócios coleccionadores de peças de cerâmica artística, organiza uma exposição do ceramista Delfim Manuel, subordinada ao tema “Tradições e Fé”, que estará patente até ao dia 8 de Junho.
Delfim Manuel, um dos mais destacados ceramistas portugueses da actualidade, iniciou a sua aprendizagem artística com pouco mais de dez anos, no Centro de Arte e Cultura de S. Pedro do Bairro, actual Fundação Castro Alves. O seu trabalho é reconhecido pelos coleccionadores de artesanato, pela imprensa e pelos prémios e menções honrosas que tem alcançado em diversos certames, entre os quais se contam diversos primeiros prémios.
Na sessão inaugural, haverá lugar a uma palestra pelo ceramista Delfim Manuel e será servido um beberete.
Horário da exposição: dias úteis, das 12h às 22 horas.

Dia 16, quarta-feira, pelas 18h30m
Homenagem ao Maestro Vitorino de Almeida

O Grémio Literário organiza mais uma sessão do ciclo de música homenageando o maestro António Vitorino de Almeida.
Olga Prats falará da carreira musical do homenageado, como maestro compositor e interprete. Bárbara Guimarães apresentará a actividade do maestro em programas televisivos que tão gratas recordações nos deixaram. Maria do Céu Guerra terá a seu cargo a actividade literária e teatral do homenageado. 
Após a sessão será servido um jantar pelas 20h30m.

Dia 22, terça-feira, pelas 19h00m
Conferência, “A Cidade e as Serras – Novo Assédio aos Mistérios do Capítulo XIV”

O Grémio Literário em colaboração com o consócio Prof. Doutor João Furtado Coelho, promove na Biblioteca uma conferência sobre o tema “A Cidade e as Serras – Novo Assédio aos Mistérios do Capitulo XIV”.

Segundo o conferencista, o tema insere-se “no seguimento da conferência do ano passado (A Bela Adormecida), dedicada ao exame minucioso das últimas 4 páginas do capítulo em apreço. Desta feita examinaremos as páginas iniciais, a fim de mostrar como Eça, propositadamente, se colocou numa situação literária de resolução “impossível” por parte de qualquer um dos seus “colegas” romancistas, conseguindo, em sucessivos golpes de génio, concluir em apoteose! Mais uma comprovação de que se trata de uma das maiores obras-primas da Literatura Europeia do século XIX!”.
A sessão será seguida de jantar, pelas 20h30m.

Dia 30, quarta-feira, pelas 19h00m
Palestra pelo Prof. Doutor Onésimo Teotónio Almeida, sobre o tema “Considerações sobre o Humor. Vergílio Ferreira e o Humor Queirosiano”

Aproveitando a feliz oportunidade oferecida pelo Prof. Doutor Onésimo Teotónio Almeida, o Grémio Literário promove a ralização de uma palestra por aquele ilustre intelectual, sobre o tema “Considerações sobre o Humor. Vergílio Ferreira e o Humor Queirosiano”.
O conferencista, Doutorado em Filosofia pela Brown University, onde é professor catedrático no Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros, fundou e dirige a editora Gávea-Brown, dedicando-se activamente ao enriquecimento e promoção das relações culturais entre Portugal e os EUA.
É já conhecida, mesmo do público não académico, a sugestiva e cativante vivacidade das ‘conversas’ do ilustre catedrático da Universidade americana de Brown (Providence, Rhode Island), que em Portugal se apresenta frequentemente, também fora do estrito âmbito universitário específico da sua vida de professor. Recentemente, aqui se publicaram “O Peso do Hífen. Ensaios sobre a experiência luso-americana” (Imprª. de Ciências Sociais, 2010) e “Onésimo. Português sem Filtro” (Clube do Autor, 2011), títulos festejados pela lúcida perspicácia de análise como pela generosa ironia e brilhante humor que revelam. Em 2011 foi organizador do volume de homenagem a Eugénio Lisboa na Universidade de Aveiro, ocorrendo justamente citar a exclamação deste escritor: “O bem que os livros de Onésimo me têm feito – não sei como pagá-lo!”.
O conferencista será apresentado pelo Dr. José Blanco, membro do Conselho Literário.
Após a sessão será servido um jantar em homenagem ao Prof. Doutor Onésimo Teotónio Almeida, pelas 20h30m.

Junho

Dia 19, terça-feira, pelas 20h00m
Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

Numa iniciativa conjunta do Clube Português de Imprensa, do Centro Nacional de Cultura e do Grémio Literário, prossegue no próximo dia 19 de Junho o ciclo de jantares-debate, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem futuro?”, sendo Vasco Graça Moura o orador convidado. Os jantares decorrem na Biblioteca do Grémio Literário.
Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, poeta, ensaísta, ficcionista, dramaturgo, cronista e tradutor, Vasco Graça Moura tem-se distinguido através de uma diversidade de opções que o identificam como um dos nomes mais qualificados do nosso quotidiano das Letras. Polémico, mantém-se como um dos mais activos opositores ao Acordo Ortográfico, preservando, ainda, uma intensa intervenção politica através de colunas regulares na Imprensa.
Presidente do CCB -  Centro Cultural de Belém, Vasco Graça Moura  aceitou, assim, participar neste ciclo de jantares-debate, um conjunto de reflexões, com periodicidade mensal, contando, à partida, com personalidades de relevo da Sociedade portuguesa, oriundas de diferentes sectores e com uma visão multidisciplinar sobre os problemas que se colocam , de momento, ao País,  numa fase em que se têm legitimado não poucas dúvidas sobre o nosso futuro colectivo. “Portugal: o presente tem  futuro?” é, assim, uma proposta  de reflexão e de debate aberto à participação dos associados das três instituições que se juntaram na organização do ciclo.
Venha debater o futuro e jantar connosco.

O preço do jantar é de 30,00€ por pessoa.

Dia 20, quarta-feira, pelas 20h30m
Jantar italiano

O Grémio Literário em colaboração com a ACCADEMIA ITALIANA DELLA CUCINA organiza um jantar com menu da cozinha italiana da região da Calábria. O menu será preparado pelo chefe Nicolino Forte do restaurante BELLA LISA Elevador (de Santa Justa) em Lisboa. Este jantar terá o apoio da Embaixada de Itália, de várias entidades da região da Calábria e da Camera di Commercio Italiana per il Portogallo.

O preço do jantar é de 40,00€ por pessoa.

Dia 29, sexta-feira, pelas 20h30m
Jantar dos Santos Populares (Orquestra de Jazz ”Lisbon Swingers”)

Estimulados pelo êxito dos anos anteriores, realizar-se-à no dia 29 de Junho, um jantar no jardim, animado pela orquestra de jazz “Lisbon Swingers”. A banda, com cerca de 20 elementos, está voltada para a interpretação dos grandes temas de jazz, nomeadamente dos clássicos americanos da era do swing. Os seus gostos são ecléticos mas procuram, frequentemente, aproximar-se do som típico de orquestras conhecidas como as de Count Basie ou de Duke Ellington.
Caso se verifiquem condições meteorológicas adversas, o evento realizar-se-á no interior do Grémio Literário.

O preço do jantar é de 45,00€ por pessoa.

Julho

Dia 10 , terça-feira, pelas 18h30m
Apresentação do livro “Algarve/Alentejo, My Love”

O Grémio Literário, em colaboração com o consócio André Jordan, promove a apresentação do livro “Algarve/Alentejo, My Love”, da autoria de Jack Soifer.
A apresentação está a cargo daquele consócio, empresário e Ex-Vice Chairman do World Traver  & Tourism Council.

Dia 19, quinta-feira, pelas 20h00m
Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

Numa iniciativa conjunta do Clube Português de Imprensa, do Centro Nacional de Cultura e do Grémio Literário, prossegue no próximo dia 19 de Julho o ciclo de jantares-debate, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem futuro?”, sendo Marcelo Rebelo de Sousa o orador convidado. Os jantares decorrem na Biblioteca do Grémio Literário.

É tão vasto o currículo de Marcelo Rebelo de Sousa e tão polifacetada a sua actividade, desde a de académico, à de jurisconsulto, politico,  até à de jornalista e, nessa qualidade, co-fundador do Clube Português de Imprensa – vão decorridos mais de 30 anos , cabendo-lhe a autoria dos respectivos estatutos fundacionais -, que a síntese corre o risco de incorrer em omissões. Licenciado em http://pt.wikipedia.org/wiki/Direito Direito  e doutor em Ciências Jurídico-Políticas,  é professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, onde exerceu as funções de presidente do Conselho Directivo , do Instituto da Cooperação Jurídica, do Instituto de Ciências Jurídico-Políticas  e do Conselho Pedagógico. Foi , também,  professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, professor catedrático convidado da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, bem como da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa. Foi negociador do anteprojecto da Faculdade de Direito da Universidade de Bissau e presidiu à Comissão Instaladora da Faculdade de Direito da Universidade do Porto. É doutor Honoris Causa pela Universidade do Porto.
Marcelo Rebelo de Sousa, aderiu ao Partido Social Democrata após a sua fundação, em 1974. Liderou a ala Nova Esperança e chegou a presidente do partido em 1996 .  Foi deputado à Assembleia Constituinte,  membro do VIII Governo Constitucional(primeiro como secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, depois como ministro para os Assuntos Parlamentares), cabeça de lista à Câmara Municipal de Lisboa, eleito vereador , deputado ao Parlamento Europeu e vice-presidente do PPE . É , ainda,  membro do Conselho de Estado, pela segunda vez, desde 2006. Na comunicação social , destacou-se como director do “Expresso” , mas foi, sobretudo, no comentário politico que adquiriu grande notoriedade,  primeiro na TSF, com o seu “Exame” e, mais tarde , na televisão, colaborando no Jornal Nacional, da TVI , em duas fases, onde continua, além das  “Escolhas de Marcelo”, na RTP1 .
Marcelo Rebelo de Sousa,  agora presidente da Fundação da Casa de Bragança, aceitou, assim, participar neste ciclo de jantares-debate, um conjunto de reflexões, com periodicidade mensal, contando, à partida, com personalidades de relevo da Sociedade portuguesa, oriundas de diferentes sectores e com uma visão multidisciplinar sobre os problemas que se colocam , de momento, ao País,  numa fase em que se têm legitimado não poucas dúvidas sobre o nosso futuro colectivo.
“Portugal: o presente tem  futuro?”  é , assim, uma proposta  de reflexão e de debate aberto à participação dos associados das três instituições que se juntaram na organização do ciclo.
Venha debater o  futuro e jantar connosco.
O preço do jantar é de 30,00€ por pessoa.

Setembro

Dia 28, sexta-feira, pelas 18h30m
Interacção entre a ficção e a realidade: vinte anos do Circulo Cultural Faroni

Como forma de marcar o seu vigésimo aniversário, o Circulo Cultural Faroni, juntamente com o Instituto Cervantes e o Grémio Literário, promove este colóquio para analisar a interacção entre a ficção e a realidade. Elogiar-se-á a figura de Augusto Faroni, personagem central do romance “Jogos da Idade Tardia”, da autoria do grande escritor estremenho Luís Landero. Reivindicar-se-á, também, a necessidade iniludível da impostura vital, quer na ficção brilhante das vidas, quer na realidade quotidiana dos cinzentos dias. Com a participação de distintos escritores e membros de tão estranho, suspeitoso e mesmo até irreverente Circulo, como o já mencionado Landero, Maria Tena, ou o consócio Doutor Molini, serão debatidas as possibilidades que, conforme ao seu manifesto faroniano, ainda ficam para exclamar: basta, é o fim, acabou-se!

No final da sessão haverá lugar a um beberete.

Outubro

Dia 3, quarta-feira, pelas 18h30m
Apresentação do livro “As Vozes da Diferença – A Vaga Democrática Árabe”

O Grémio Literário, em colaboração com o Centro Nacional de Cultura e a Editorial Bizâncio, promove o lançamento do livro “As Vozes da Diferença – A Vaga Democrática Árabe ”, da autoria do consócio Dr. Álvaro de Vasconcelos. A apresentação da obra estará a cargo de Teresa de Sousa, Guilherme d’Oliveira Martins e Embaixador António Monteiro.

Dia 16, terça-feira, pelas 20h00m
Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

Numa iniciativa conjunta do Clube Português de Imprensa, do Centro Nacional de Cultura e do Grémio Literário, prossegue no próximo dia 16 de Outubro o ciclo de jantares-debate, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem futuro?”, tendo António Barreto como orador convidado. Os jantares decorrem na Biblioteca do Grémio Literário.

O currículo de António Barreto é vasto e diversificado. Académico, sociólogo, político, a sua intervenção no espaço público tem-se caracterizado pelo rigor e pela frontalidade.  Viveu em Vila Real até  finalizar os estudos liceais. Estudou Direito na Universidade de Coimbra até 1963, ano da sua partida para a Suíça. Acabou por se licenciar em Sociologia, na Universidade de Genebra, em 1968. Foi assistente daquela Universidade, até 1970, onde voltaria para se doutorar, em 1985. Foi investigador do Instituto de Pesquisas das Nações Unidas para o Desenvolvimento Social, de 1969 a 1974, do Gabinete de Estudos Rurais da Universidade Católica Portuguesa, entre 1974 e 1982, e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, de 1982 a 2008, jubilando-se em 2009.
Foi professor de Sociologia nas Faculdades  de Ciências Sociais e Humanas da ULHT e da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, tendo feito parte da Comissão Instaladora desta última. Foi também membro do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Estatística. Em 2009 assumiu a presidência do Conselho de Administração da Fundação Francisco Manuel dos Santos, onde criou o portal de informação estatística Pordata.
Aderiu ao Partido Socialista, em Dezembro de 1974, sendo eleito deputado à Assembleia Constituinte, no ano seguinte. Foi membro do VI Governo Provisório, como secretário de Estado do Comércio Externo, e do I Governo Constitucional, como ministro do Comércio e Turismo, primeiro, e da Agricultura e Pescas, depois. Apoiou o projecto da Aliança Democrática, de Francisco Sá Carneiro, com o efémero Movimento dos Reformadores, criado com José Medeiros Ferreira e Francisco Sousa Tavares, em 1978. Em 1985 apoiou Mário Soares, no MASP I (Primeiro Movimento de Apoio Soares à Presidência). Entre 1987 e 1991 regressou ao Parlamento, como deputado à Assembleia da República, pelo PS. Afastou-se definitivamente do partido na década de 1990.
Autor de vasta bibliografia, dedicou a sua investigação aos temas da emigração, socialismo e reforma agrária, evolução da sociedade portuguesa, indicadores sociais, justiça, regionalização, Estado e Administração Pública, Estado Providência, comportamentos políticos e retrato da região de Entre Douro e Minho. Na televisão, assinou a série de documentários Portugal, um retrato social, realizada por Joana Pontes (RTP, 2006), e dedicou-se ao comentário político em Regra do Jogo, com José Miguel Júdice (SIC Notícias, 2006-2008). Foi eleito membro Academia das Ciências de Lisboa, em 2008.
António Barreto,  há muito reconhecido como protagonista e observador atento da realidade portuguesa,   aceitou, assim, participar neste ciclo de jantares-debate, um conjunto de reflexões, com periodicidade mensal, contando, à partida, com personalidades de relevo da Sociedade portuguesa, oriundas de diferentes sectores e com uma visão multidisciplinar sobre os problemas que se colocam , de momento, ao País,  numa fase em que se têm legitimado não poucas dúvidas sobre o nosso futuro colectivo.
Recorde-se que já intervieram neste Ciclo , como convidados,  Guilherme  d`Oliveira Martins, Vasco Graça Moura e Marcelo Rebelo de Sousa.
“Portugal: o presente tem  futuro?” constitui , assim, uma proposta  de reflexão e de debate aberto à participação dos associados das três instituições que se juntaram na organização do ciclo.
Venha debater o futuro e jantar connosco.

Curso Livre de História da Medicina

O Grémio Literário em colaboração com o Centro Nacional de Cultura, promove um Curso Livre de História da Medicina, a realizar em seis sessões. O curso será coordenado pelo consócio Dr. António Aires Gonçalves, realizando-se as três primeiras sessões durante o mês de Outubro , a saber:

17 de Outubro, quarta-feira, às 18h30m - Amato Lusitano, o médico português na Europa do séc. XVI, pelo Dr. Victor Machado Borges, ex-docente Universitário – Faculdade de Ciências Médicas e Universidade Atlântica e ex-vogal do Conselho Directivo do Instituto Ricardo Jorge.
24 de Outubro, quarta-feira, às 18h30m - A medicina e a cirurgia greco-romanas, pela Dra. Maria do Sameiro Barroso, licenciada em Medicina e Filologia Germânica pela Universidade de Lisboa e doutoranda da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
31 de Outubro, quarta-feira, às 18h30m - Bioética Internacional – perspectiva histórica, pelo Prof. Doutor Victor Serrão, Presidente do Conselho de Ética da Saúde do Hospital da Ordem da Trindade, Presidente do Conselho Médico da MÉDIS e Professor nos Mestrados de Bioética da UCP.

Dia 26, sexta-feira, pelas 18h00m
Tertúlia Literária

O Grémio Literário em colaboração com o consócio, S. E. o Embaixador do Paraguay, Luis António Fretes Carreras, , promove uma Tertúlia Literária a propósito da 3ª edição do Prémio Literário de Novela Inédita “Lídia Guanes” 2012, durante a qual será apresentada a novela galardoada. A sessão contará com a presença do autor da obra.
No final será servido um Porto de Honra.

Dia 26, sexta-feira, pelas 21h00m
Jantar com animação musical

Na  última  sexta-feira  do  mês, iremos retomar  a  organização  dos  jantares  com  animação  musical.
Não falte para que a festa venha a ter o sucesso das anteriores.

Dia 30, terça-feira, pelas 18h30m
Lançamento de livro, no Círculo Eça de Queirós

O consócio Dr. Pedro Rebelo de Sousa, promove nas instalações do Círculo Eça de Queirós, o lançamento do livro “Marcelo Caetano Tempos de Transição”. A sessão está aberta aos sócios do Grémio Literário.

Viagem a Moçambique com José Rodrigues dos Santos

O Centro Nacional de Cultura, em colaboração com a Top Atlântico, organiza uma viagem a Moçambique, inspirada no livro “O Anjo Branco” de José Rodrigues dos Santos, uma obra marcante em homenagem ao pai do escritor que viveu em Moçambique nas décadas de 60 e 70, num abraço entre o passado e o presente. A viagem cujo programa se afigura de grande interesse, decorre entre os dias 1 e 15 de Novembro de 2012.
A documentação da viagem, bem como as condições de participação podem ser solicitadas directamente à Top Atlântico.
Av. da Igreja, 6 A – Lisboa
Telefone: 21 8646495 – e-mail: igreja@topatlantico.com

 

Novembro

6 de Novembro, 3ª feira, pelas 19:00h

Velha guardaConferência
“Dos primórdios do Automóvel em Portugal à presença de Portugal no mundo novo”

O Grémio Literário promove uma conferência sob o titulo “Dos Primórdios do Automóvel em Portugal à Presença de Portugal no Mundo ” sendo orador o escritor Vasco Callixto, assinalando os 50 anos da publicação do primeiro
livro, deste escritor “Fala a Velha Guarda”.

O orador será apresentado pelo Dr. José Macedo e Cunha, Presidente do Conselho Director do Grémio Literário.

No final será servido jantar ao preço de 30€, por pessoa.

8 de Novembro, 5ª feira, pelas 19:30h

Recital musical

Recital musicalRealiza-se no Grémio Literário de 2 a 8 de Novembro, um curso de Canto Lírico com a Maestra Enza Ferrari, que trabalhou, entre outros, com Maria Callas, com Giuseppe di Stefano e com a cantora lírica portuguesa Elisabete Matos.

Estes cursos são fundamentais para a evolução quer técnica, quer artística dos cantores, uma vez que têm o privilégio de trabalhar com uma Professora de elevada experiência e conhecimento.

Enquadrado nesta iniciativa vai realizar-se, na data acima indicada, um concerto pelos alunos participantes, sob a direcção da referida Maestra, durante o qual irão ser cantados e interpretados diversos compositores.

A sessão será seguida de jantar ao preço de 30€, por pessoa.

14 de Novembro, 4ª feira, pelas 19:00h

Lançamento de livro

O Grémio Literário promove o lançamento do livro “Por Um Mundo Melhor, Pacote de Salvação Nacional e Melhor Futuro Para Quem Trabalha” da autoria de Mário Só, pseudónimo do Consócio Eng. Mário Rodrigues, cuja apresentação está a cargo da Dra. Margarida Ruas Gil Costa.

16 de Novembro, 6ª feira, pelas 20:30h

Jantar de homenagem ao Prof. Doutor José-Augusto França

Prof. Doutor José-Augusto FrançaNo próximo dia 16 de Novembro, celebra noventa anos de idade o sócio do Grémio Literário, Prof. Doutor José-Augusto França, Presidente do Conselho Literário.

Por diversas vezes o Prof. Doutor José-Augusto França veio, com amigos, jantar ao Grémio Literário nas datas de 16 de Novembro. Porém, no presente ano, o ilustre Presidente do Conselho Literário concordou em que aos sócios fosse proposto que aqui jantassem também, aceitando a homenagem, assim e entre consócios, na comemoração do seu nonagésimo aniversário. Em dias
vizinhos da jubilosa data, diversas entidades académicas, universitárias e municipais vão empreender homenagens, publicações e exposições.

Mas, tratando-se de homem de convívio, dialogante e acolhedor, é no Grémio Literário, o seu clube de que é sócio desde 1967 e sócio honorário a partir de Abril de 2006, que o Prof. Doutor José-Augusto França aceitou “jantar de anos” entre aqueles que muito gostariam de o acompanhar. Como tal é a sugestão agora empenhadamente trazida ao conhecimento dos sócios.

Efectivamente, é excepcional e admirável a possibilidade de no Grémio se poder, no calor e convívio que as circunstâncias oferecem, viver-se uma elegante festa do espírito, homenageando gratamente uma das grandes personalidades portuguesas do tempo actual, entre as lembranças dos que estabeleceram e animaram o velho Clube de 1846, justamente historiado pelo Prof. França no belo livro que lhe dedicou… páginas às quais, afinal, a sua personalidade, também, marcadamente pertence.

O jantar é concebido pelo consócio Eng. José Bento dos Santos, Presidente da Academia Portuguesa de Gastronomia.

As reservas para o jantar, ao preço de 35€, devem ser feitas até terça-feira, dia 13. Solicita-se o uso de traje escuro para os homens.

 

25 de Novembro, Domingo, pelas 20:00h

Sessão Comemorativa do nascimento de Eça de Queiroz, em 25 de Novembro de 1845

O nascimento de Eça de Queiroz, há 167 anos, vai ser celebrado com a culinária famosa de Bulhão Pato (1829-1912), recordando-se a forte polémica entre os dois escritores, através de uma apresentação pelo consócio Guilherme d’Oliveira Martins, que terá lugar na Biblioteca.

Eça de QueirósCom a avaliação que o tempo define, a figura de Bulhão Pato, falecido há cem anos, é hoje sobretudo identificada pelas artes culinárias e pelos violentos textos onde, ofendido, atinge Eça por se considerar desprimorosamente caricaturado na figura do poeta Tomás Alencar de Os Maias.

O romancista comenta: “O que o nosso Pato gozou em se imaginar retratado n’Os Maias.” E conclui por “apelar para a conhecida cortesia do autor da «Sátira», e rogar-lhe o obséquio extremo de se retirar de dentro do meu personagem.” Pato, cedo apadrinhado por Herculano, no ataque a Queiroz teve aprovação de Pinheiro Chagas e Antero de Quental.

Dificilmente reconhecido como bom poeta, como memorialista escreveu “em prosa limpa e fluente, repassada de nostalgia” deixando “testemunho precioso sobre contemporâneos” (J. Prado Coelho). O agrado da sua conversa e a inexcedível delicadeza do seu trato são destacados pela Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.

Por generosa contribuição de Guilherme d’Oliveira Martins, teremos a fortuna de conhecer a serena avaliação que faz desta figura, sob diversos aspectos tão curiosamente presente.

 Em expressiva prosa, José Quitério diz que Bulhão Pato era “…exímio fazedor de petisqueiras, esgrimindo com caçarolas e fogões com a mesma fogosidade e talento com que destroçava corações”.

Ao que parece, as conhecidas “Amêijoas à Bulhão Pato”… não são de sua autoria mas antes de um cozinheiro que assim o homenageou. Todavia, o jantar agora proposto concebido pelo consócio Eng. José Bento dos Santos, Presidente da Academia Portuguesa de Gastronomia, inclui efectiva criação do escritor.

As reservas para o jantar ao preço de 40€, devem ser feitas até quarta-feira, dia 21.
Solicita-se o uso de fato escuro para os homens.

27 de Novembro, 3ª feira, pelas 20:00h

Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

Numa iniciativa conjunta do Clube Português de Imprensa, do Centro Nacional de Cultura e do Grémio Literário, prossegue no próximo dia 27 de Novembro o ciclo de jantares-debate, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem futuro?”, tendo Mota Amaral como orador convidado. O jantar decorre na Biblioteca do Grémio Literário.

Mota AmaralO currículo de Mota Amaral corresponde a uma personalidade singular como actor político, com uma invulgar longevidade no activo, a um humanista, com importante obra publicada, e a um defensor intransigente da autonomia dos Açores, que muito lhe deve.
Como político, logo em Maio de 1974, foi um dos fundadores do Partido Popular Democrático (PPD) nos Açores, tendo desempenhado, desde essa data e até ao presente, relevantes cargos directivos nas estruturas partidárias.

Antes, contudo, já fazia ouvir a sua voz, assumindo-se como um espírito independente. Em 1969, eleito deputado pelo círculo de Ponta Delgada à Assembleia Nacional, aí interveio em numerosas questões de interesse para os Açores, colaborando com  Francisco Sá Carneiro na elaboração de um projecto de revisão constitucional, apresentado em 1970.
Em 1975, foi eleito deputado pelo círculo de Ponta Delgada, nas listas do PPD, à Assembleia Constituinte, onde liderou a actuação do seu partido em defesa da autonomia política e administrativa dos Açores e da Madeira, colaborando, activamente, na redacção dos preceitos constitucionais sobre a matéria.

Em 25 de Abril de 1976 foi eleito deputado pelo círculo eleitoral dos Açores à Assembleia da República, mandato que suspendeu, a seu pedido, a 8 de Setembro do mesmo ano, para tomar posse do cargo de primeiro Presidente do Governo Regional dos Açores.

Foi, até ao termo das suas funções como Presidente do Governo Regional, em Outubro de 1995, o cidadão com o maior número de anos consecutivos no exercício de um cargo governativo previsto na Constituição portuguesa de 1976.

Em Dezembro de 2001 tomou posse como Conselheiro de Estado, eleito pela Assembleia da República. Foi, ainda, eleito Presidente da Assembleia da República, em Abril de 2002, no início da IX Legislatura, cessando funções a 16 de Março de 2005.

Mota Amaral é há muito considerado como protagonista atento da realidade portuguesa, e, em particular, dos Açores, dividindo o seu tempo entre Lisboa e Ponta Delgada. É este Senador que aceitou participar no ciclo de jantares-debate em curso, e que nos privilegia com a sua reflexão sobre as perspectivas do nosso futuro colectivo.
Recorde-se que já intervieram neste Ciclo, como convidados, Guilherme d`Oliveira Martins, Vasco Graça Moura, Marcelo Rebelo de Sousa e António Barreto.

 “Portugal: o presente tem futuro?” constitui , assim, uma proposta  de debate aberto à participação dos associados das três Instituições que se juntaram na organização do ciclo.

Venha debater o futuro e jantar connosco.

As reservas para o jantar ao preço de 30€, devem ser feitas até sexta-feira, dia 23.

4 de Dezembro, 3ª feira, pelas 19:30h

Conferência do Prof. Doutor Artur Baptista da Silva

Prof. Doutor Batista SilvaO Grémio Literário promove uma conferência subordinada ao tema “A crise europeia – a utopia da U. E. e o pesadelo do Euro – Que saída digna para o equívoco de Portugal?”, pelo consócio Prof. Doutor Artur Baptista da Silva, Professor em “Social Economics” na Milton Wisconsin University, nos Estados Unidos da América, estando a apresentação do orador a cargo da Senhora Dra. Anne Taylor, Presidente do American Club.

Trata-se de um tema de toda a actualidade, podendo ler-se na sinopse elaborada pelo conferencista:

“A União Europeia (U.E.) corre o sério risco de se tornar um embuste civilizacional. A zona euro entrou em ruptura. A Grécia acabará falida e a Espanha e a Itália (quarta maior divida mundial), já nas garras dos famigerados “mercados”, estão em zona de risco de insolvência. A única politica imposta pelos governantes europeus resume-se numa palavra: austeridade!”

No final será servido jantar ao preço de 30,00€ por pessoa.

 

Dezembro

4 de Dezembro, 3ª feira, pelas 19:30h
Conferência do Prof. Doutor Artur Baptista da Silva

 

Prof. Doutor Batista SilvaO Grémio Literário promove uma conferência subordinada ao tema “A crise europeia – a utopia da U. E. e o pesadelo do Euro – Que saída digna para o equívoco de Portugal?”, pelo consócio Prof. Doutor Artur Baptista da Silva, Professor em “Social Economics” na Milton Wisconsin University, nos Estados Unidos da América, estando a apresentação do orador a cargo da Senhora Dra. Anne Taylor, Presidente do American Club.

 

Trata-se de um tema de toda a actualidade, podendo ler-se na sinopse elaborada pelo conferencista:

“A União Europeia (U.E.) corre o sério risco de se tornar um embuste civilizacional. A zona euro entrou em ruptura. A Grécia acabará falida e a Espanha e a Itália (quarta maior divida mundial), já nas garras dos famigerados “mercados”, estão em zona de risco de insolvência. A única politica imposta pelos governantes europeus resume-se numa palavra: austeridade!”

No final será servido jantar ao preço de 30,00€ por pessoa.

 

 

12 de Dezembro, 4ª feira, pelas 20:00h
Ciclo de jantares-debate “Portugal: o presente tem futuro?”

 

Silva PenedaProssegue no próximo dia 12 de Dezembro, o ciclo de jantares-debate, promovido pelo CPI, CNC e Grémio Literário, subordinado ao tema “Portugal: o presente tem  futuro?”, tendo Silva Peneda, presidente do CES,  como orador convidado.  Os jantares decorrem na Biblioteca do Grémio Literário.

O currículo de Silva Peneda, actual presidente do Conselho Económico e Social (CES), é vasto e diversificado, correspondendo  a uma personalidade activa tanto na área política como no sector empresarial, com  numerosas intervenções públicas e relevante obra publicada.

Jorge Albino da Silva Peneda nasceu a 6 de Junho de 1950 , em S. Mamede de Infesta, tendo-se licenciado em Economia pela Universidade do Porto, onde chegou a leccionar, sendo mais tarde diplomado em Administração do Desenvolvimento pelo Institute of Social Studies em Haia - Holanda.

 

Desempenhou vários cargos em sucessivos Governos, primeiro como secretário de Estado  e, por duas vezes, a partir de  1987, como ministro do Emprego e da Segurança Social , funções que desempenhou até 1993.

Posteriormente, integrou os quadros superiores da Sonae, entre 1997 e 2004, presidindo, depois, à Administração do “Jornal de Noticias” e da “Global Noticias”.

Deputado ao Parlamento Europeu, entre 2004 e 2009, produziu numerosos trabalhos, aprovados em plenário por larga maioria, designadamente, “O Modelo Social Europeu. Que Futuro?”, e  “Uma Agenda Social para o Futuro”.

 

Silva Peneda tem , ainda,  vários livros publicados, entre os quais se distinguem : “Atrasos, Centralismo e Eleitoralismo “, “O Tratado de Lisboa e os Valores fundamentais da Civilização Europeia”, e “O Modelo Social Europeu. Que futuro”, além de um ensaio sobre o 10º Aniversário do Euro.

 

Mais recentemente, como presidente do CES, Silva Peneda tem feito uma avaliação muito crítica da relação do actual Governo com a Troika, defendendo que perante um Estado falido e um Orçamento de Estado que não abre caminho para o crescimento económico do País, é impossível reduzir a dívida pública sem alargamento dos prazos de pagamento.

Para Silva Peneda, a renegociação devia mesmo ser iniciada agora. "Quanto mais tarde iniciarmos estas negociações, piores vão ser as condições para o fazer", disse aos deputados durante uma audição na Assembleia da República

 

Questionado sobre os riscos que teria esta negociação, o presidente do CES afirmou que "há sempre riscos", mas sublinhou que no atual momento, o maior risco é o de não cumprimento das metas.

"Se este se cenário se verificar a nossa posição sairá mais enfraquecida e, por isso, o ideal é transferirmos para mais cedo esta negociação", disse.

 

As recomendações do CES incidem essencialmente em três pontos: a redução expressiva dos juros a pagar pelo empréstimo concedido a Portugal, a reavaliação dos prazos em relação aos períodos de amortização dos empréstimos e maior equilíbrio entre austeridade e crescimento, mediante medidas que fomentem a economia e a criação de emprego.

 

Silva Peneda enfatiza mesmo que “se não houver condições económicas não dá para fazer uma refundação. Sem crescimento económico não temos Segurança Social e isso passa por nós, mas muito pela Europa”.

 

Recorde-se que já intervieram neste Ciclo , como convidados,  Guilherme  d`Oliveira Martins, Vasco Graça Moura , Marcelo Rebelo de Sousa,  António Barreto e João Bosco Mota Amaral.

 

“Portugal: o presente tem futuro?” constitui, assim, uma proposta  de debate aberto à participação dos associados das três instituições que se juntaram na organização do ciclo.

 

Venha debater o  futuro e jantar connosco.

 

As reservas para o jantar ao preço de 30€, devem ser feitas até segunda-feira, dia 10.

15 de Dezembro, Sábado
Visita aos Presépios Barrocos de Lisboa

Presépio Machado de Castro

 

Visita organizada em colaboração com o Museu Nacional do Azulejo, tendo como objectivo dar a conhecer a obra dos mais importantes presepistas portugueses do Sec XVIII, através dos conjuntos que ainda subsistem.

A visita será guiada pelo Dr. Alexandre Pais, conhecido especialista na matéria. As deslocações entre os diversos locais serão asseguradas por um autocarro fretado para o efeito.

Programa

Concentração junto ao restaurante
Churrasqueira do Campo Grande, pelas 8:30h

Parte da manhã:

- Igreja da Anunciada
- Museu Nacional de Arte Antiga
- Basílica da Estrela

Almoço no Grémio Literário entre as 13:00h e as 15:00h

Parte da tarde:

- Fundação Ricardo Espirito Santo
- Sé de Lisboa
- Museu Nacional do Azulejo

Regresso ao local de partida, pelas 18:30h

 

As reservas deverão ser feitas até 2ª-feira, dia 10 de Dezembro, junto da Secretaria do Grémio Literário. O pagamento, no acto da inscrição, poderá ser efectuado por cheque ou por transferência bancária através do NIB do Millennium BCP 0033 0000 0000 4504 4870 5.

O limite de participantes é de 25. Caso o número de inscrições ultrapasse aquele limite o Grémio Literário estudará a hipótese de organizar uma 2ª visita, durante o mês de Janeiro.

O preço por participante é de 60,00€, englobando transporte, almoço e entradas nos locais de visita. Os participantes estão cobertos por um seguro de acidentes pessoais.

21 de Dezembro, 6ª-feira, pelas 19:00h
Lançamento do livro e recital de piano

Guarda chuva amareloEm colaboração com a Fundação Pedro Ruivo, vai realizar-se pelas 19,00h, na Biblioteca, o lançamento do livro infantil “ O Guarda Chuva Amarelo”, da autoria da Presidente daquela Fundação e nossa consócia Maria de Jesus Bispo.
Seguidamente, a pianista Alena Khmeliskaia, interpreta obras de diversos compositores.

A sessão será seguida de jantar na varanda, ao preço de 30,00€, pelas 20h30m.